Uranium Film Festival 2020: noite de premiação em Berlim

International Uranium Film Festival do Rio de Janeiro em Tempos de Covid-19 em Berlim, 15.-18.10.2020

 
VALLEY OF THE GODS (Dolina Bogów) - Vale dos Deuses - do diretor polonês Lech Majewski recebeu o prêmio de Melhor Ficção. O prêmio de melhor documentário foi para  BALENTES - THE BRAVE ONES (I CORAGGIOSI) da italiana radicada na Austrália Lisa Camillo. 

„Segurança em primeiro lugar“ foi a regra durante o International Uranium Film Festival Berlim, que aconteceu no CineStar do prestigiado Kulturbrauerei, em Berlim, e terminou no domingo, dia 18/10, com a cerimônia de premiação. Distanciamento social e máscaras Anti-Covid foram obrigatórias durante este festival de cinema único no mundio sobre a Era Atômica. Durante quatro dias intensivos foram exibidos 14 filmes, entre ficções e documentários„atômicos“ da Áustria, Austrália, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Moldávia, Polônia e EUA. "Foi muito bom. Apesar das circunstâncias peculiares devido à segurança da Covid-19, o IUFF Berlim 2020 foi definitivamente um dos nossos festivais de maior sucesso ”, disse a produtora do Uranium Film Festival, baseada em Berlim, Jutta Wunderlich.

Foto: Patrono MdB Klaus Mindrup (à esquerda), equipe do festival e cineasta Claus Biegert (ao centro).

 

Melhor Ficção

O júri do Uranium Film Festival premiou o drama VALLEY OF THE GODS (Dolina Bogów) - Vale dos Deuses - escrito e dirigido por Lech Majewski, estrelado por Josh Hartnett, John Malkovich, Bérénice Marlohe, John Rhys-Davies, Jaime Ray Newman e Laura Ecas.

Declaração do Juri

„O International Uranium Film Festival sempre teve um profundo respeito pelos povos indígenas e especialmente pela Nação Navajo“, disse o ator e produtor alemão Timo Jacobs em nome do júri do festival. „Por isso o Uranium Film Festival já aconteceu duas vezes em  Window Rock, a capital Navajo.“ 

Timo Jacobs:  „Desde a década de 1940, os Navajo, que se autodenominam Diné, sofrem com a mineração de urânio e seu legado radioativo. Mais de 500 minas de urânio abandonadas e rejeitos radioativos não protegidos contaminam o solo, o ar e a água do povo Navajo com elementos radioativos e tóxicos. Qualquer filme que trate desta tragédia, em grande parte ignorado pelo público, merece a atenção do Uranium Film Festival. Isso é especialmente verdadeiro para o longa-metragem Vale dos Deuses. Lech Majewski rodou seu filme com o maior respeito pela Nação Navajo e tentou transmitir o assunto do ponto de vista deles. Ainda mais: o diretor Lech Majewski conseguiu conquistar estrelas de cinema conhecidas como John Malkovich e Josh Hartnett para seu filme, o que o torna ainda mais valioso. Vale dos Deuses pode, portanto, trazer a questão da mineração de urânio e suas consequências desastrosas para os Navajo para Hollywood. Isso aproxima o tema de um mundo até então quase impossível de alcançar por meio do documentário. Por isso, Lech Majewski merece um prêmio do Uranium Film Festival. “


Foto: Timo Jacobs e  Lech Majewski

Melhor Documentário

O prêmio de melhor documentário do Uranium Film Festival foi para o ítlalo-australiano  BALENTES - THE BRAVE ONES (I CORAGGIOSI) - Os Corajosos, dirigido por  Lisa Camillo.

Delaração do Juri

„O filme trata de uma questão central e altamente atual do movimento internacional pela paz e pelo meio ambiente: a destruição ambiental por meio da guerra e outras atividades militares. Isso é feito usando o exemplo da Sardenha, onde isso pode ser visto de forma particularmente clara “, justificou Prof. Manfred Mohr, jurado do Uranium Film Festival.

Manfred Mohr: „O documentário contrasta de forma impressionante a maravilhosa paisagem da ilha com a terrível devastação nas áreas de treinamento militar e em seus arredores. Um dos problemas por trás disso, mas não o único, é o uso de armas de urânio ou DU (sigla para depleted uranium, em português urânio empobrecido) . Por anos, o ICBUW (International Coalition to Ban Uranium Weapons / Coalizão Internacional para Banir Armas de Urânio) está fazendo campanha pelo banimento global dessas armas."

„O filme impressiona pelo seu alto nível de profissionalismo, aliado a um grande compromisso pessoal e político em favor das pessoas atingidas e da natureza torturada. BALENTES - THE BRAVE ONES não se limita à descrição do problema, mas ilustra de forma ampla e convincente a revolta da população da Sardenha contra ele. Uma obra-prima digna de um prêmio do Uranium Film Festival em todos os aspectos.“

 

Foto: Lisa Camillo e Lech Majewski

Programa do Uranium Film Festival Berlim 2020

Os parceiros do festival em Berlim são a Coalizão para a Proibição de Armas de Urânio (ICBUW), a Associação de Advogados contra Armas Nucleares (IALANA), os Médicos Internacionais para a Prevenção da Guerra Nuclear (IPPNW), Sayonara Nukes Berlin e a Friedensglockengesellschaft Berlin. Como nos anos anteriores, os patronos são: parlamentar Klaus Mindrup: Jörg Sommer, presidente da Fundação Ambiental Alemã e o diretor de elenco Uwe Bünker. O International Uranium Film Festival Berlim é financiado pelo Ministério Federal do Meio Ambiente, Conservação da Natureza e Segurança Nuclear e pelo Umweltbundesamt. Outros apoiadores do festival este ano são: o GLS Treuhand, o Elektrizitätswerke Schönau, o Instituto Cultural Italiano de Berlim e o Fórum Cultural Austríaco de Berlim.

Contato
International Uranium Film Festival
Rua Monte Alegre 356 / 301
Rio de Janeiro/RJ
info@uraniumfilmfestival.org

International Uranium Film Festival em Berlim
Produção
Jutta Wunderlich
Tel. 0172-8927879
uraniumfilmfestivalberlin@gmx.de

 
____________________________________________________________________________________________________________

O Uranium Film Festival só é possível graças aos voluntários e apoio dos doadores individuais e patrocinadores. Toda doação é bem vinda!

DOE com PayPal

 

 

Catálogo do Uranium Film Festival Berlim 2020 -  Download em alemão