Sucesso em Berlim

Uranium Film Festival Berlin 2017

Filme goiano levou o prêmio de melhor curta de ficção do International Uranium Film Festival. 

"Algo Do Que Fica" levou o prêmio de melhor curta de ficção do International Uranium Film Festival aqui em Berlim na noite de 15 de outubro de 2017. O diretor Benedito Ferreira estava presente para receber o prêmio pessoalmente graças ao apoio de Raquel Teixeira, Secretária de Estado da Educação, Cultura e Esporte do Estado de Goiás.  O prêmio é uma obra de arte do artista Getúlio Damado do Rio de Janeiro, onde o festival originalmente nasceu.

Uranium Film Festival 2017 BerlimA fala do jurado Cineasta Marcus Schwenzel sobre o filme: "Um ótimo filme. Muito bonito, com um excelente diretor na produção, que tem a coragem de criar imagens silenciosas e mensagens puramente cinematográficas. Extremamente 

visionário. Auto-confiante. Em uma palavra - sem efeitos. Um filme distante do mercado anual das vaidades e sem a soberba dos diretores. A duração também é perfeita. Nem muito, nem pouco. O filme perdura. Tem um final muito bonito. Um filme incrível. Que Benedito continue a fazer mais filmes ainda" (tradução de Carla Milani e Sonia Mota).

A fala Benedito Ferreira: "Gostaria de agradecer imensamente ao público deste festival, aos debates tão poderosos, a presença da comunidade oriental, ao professor Claus Biegert do Nuclear Free Future Award, enfim, a todos que estiveram neste lugar tão especial. Agradecer também ao Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear da Alemanha". Foi muito lindo. Obrigado, organização do festival! Obrigado, Odesson Alves Ferreira! Obrigado!

Odesson Alves Ferreira, porta voz da  Associação das Vítimas do Césio (AVCésio) também estava presente em Berlim para receber o Prêmio de Honra ao Mérito do festival. Odesson é um dos fundadores da  AVCésio e em 1987 foi fortemente contaminado pela alta radioatividade do césio-137.  A fala de Odesson: "O premio não é meu, o prêmio é de todos em Goiânia e no mundo todo."

VENCEDORES 2017

Os vencedores do International Uranium Film Festival 2017. Foi a sexta vez que o International Uranium Film Festival aconteceu em Berlim. De 10 a 15 de outubro de 2017, o único festival de cinema no mundo sobre a Era Atômica exibiu 28 filmes nucleares no maior centro cultural da cidade, o Kulturbrauerei. Com a participação de cineastas de várias partes do mundo e um público fantástico que lotavam as sessões, o festival em Berlim foi um sucesso, com ingressos esgotados um dia antes das exibições. "O 6º Uranium Film Festival em Berlim bombou!", concluiu o diretor do Festival, Norbert G. Suchanek.

Filmes do Brasil, Japão e França foram os premiados deste ano e receberam em Berlim o Prêmio do Festival, uma peça criada pelo artista Getúlio Damado que tem o seu ateliê em espaço aberto no famoso bairro de Santa Teresa, no Rio de Janeiro. Getúlio utiliza material encontrado nas ruas de Santa Teresa e também velhos e quebrados relógios para lembrar a explosão atômica. Os relógios param de funcionar e deixam o registro do tempo no local onde uma boma atômica explode. Os relógios pararam de funcionar exatamente às 8:15 da manhã do dia 6 de agosto de 1945, em Hiroshima. O apresentador da Cerimônia de Premiação foi o cineasta alemão Claus Biegert, fundador do Nuclear-Free Future Award.

Os vencedores do International Uranium Film Festival 2017:

MELHOR DOCUMENTÁRIO LONGA-METRAGEM

GREETINGS FROM MURUROA (BONS BAISERS DE MORUROA) - Argélia, França, 2016, Diretor Larbi Benchiha, Produção Aligal Production e France Télévisions, documentário 52 min, francês com legendas em alemão ou em inglês. https://www.youtube.com/watch?v=o42VnV8qYEQ (link is external)

MELHOR FICÇÃO CURTA-METRAGEM

ALGO DO QUE FICA - Brasil, 2017, diretor Benedito Ferreira, ficção, 23 min, Português com legendas em alemão ou em inglês.

JURI BERLIM MELHOR DOCUMENTÁRIO

NUCLEAR CATTLE - Japão, 2016, Diretor Tamotsu Matsubara, Produção Power-i Inc, Documentário, 98 min, Japonês com legendas em alemão ou inglês.
https://www.youtube.com/watch?v=kuhzHjWPBms (link is external)

PRÊMIO DE HONRA AO MÉRITO

ODESSON ALVES FERREIRA - Sobrevivente do acidente radiológico em Goiânia, Brasil, em 1987, Odesson Alves Ferreira é porta-voz e até muito recentemente o presidente da Associação Vítimas do Césio 137 em Goiânia (AVCésio). Odesson foi contaminado com alta radiação do césio 137 e vive duramente com suas consequências. Há 30 anos, Odesson conta sua história para que este acidente em Goiânia jamais seja esquecido e nem repetido.

RECONHECIMENTO ESPECIAL

CHERNOBYL 3828 - Ucrânia, 2011, Diretor Serhiy Zabolotny, Produção Igor Kobryn, Film studio „Telecon“, Documentário, 27 min, Russo com legenda em alemão. https://www.youtube.com/watch?v=zduyeJayD84 (link is external)

INVOLUTION(S)- França/Japão, Diretor Cris Ubermann, Experimental, 15 min, sem diálogo. Filminfo: http://www.crisubermann.com/ (link is external)

JOURNEY WITHOUT END - Japão, 2014, Diretora e produtora Masako Sakata, Documentário, 78 min, Japonês com legendas em inglês. Filminfo/Trailer:http://www.cine.co.jp/owaranai_tabi/eng/ (link is external)

NUCLEAR HALLUCINATIONS (ATOMARE HALLUZINATIONEN) - Índia/Reino Unido, 2016, Diretora Fathima Nizaruddin, Produção Joram ten Brink. Documentário, 54 min, inglês. Filminfo:https://www.facebook.com/nuclearhallucinations2016/ (link is external)

NUCLEAR WASTE LAND? - Reino Unido. Diretor Timothy Large, Produção Thomson Reuters Foundation, Documentário, 14 min, inglês. https://www.youtube.com/watch?v=4Gpt46ofCXs (link is external)

ROADSIDE RADIATION - Ucrânia/Alemanha, 2016, Diretor Moritz Schulz, Produção Michael Sladek & Earlybirdpictures GbR, Documentário, 55 min, russo e ucraniano com legendas em alemão. Filminfo: http://roadside-radiation.com/index.php/de/ (link is external)

THE DAY THE SUN FELL - Suíça/Finlândia/Japão, 2015, Regie Aya Domenig , Produção Mirjam von Arx, Documentário, 78 min, J´japonês com legendas em alemão ou inglês. Filminfo: https://www.alsdiesonnevomhimmelfiel.com (link is external)

PATRONOS DO FESTIVAL

Klaus Mindrup, Membro do Parlamento Alemão: "O Uranium Film Festival é o único festival de cinema no mundo dedicado exclusivamente à energia nuclear e toda a cadeia de combustível nuclear e atraiu inúmeros espectadores nos últimos anos. Muitas nações continuam a investir em energia nuclear e mineração de urânio. Todos os habitantes da terra devem estar conscientes da importância deste tema. Não só na Alemanha, mas também no mundo, as pessoas precisam ser informadas sobre a radioatividade e os perigos dos resíduos atômicos. Uranium Film Festival faz isso de forma criativa e artística, por isso recebeu nosso apoio duas vezes. "

Jörg Sommer, Presidente da Fundação Alemã do Meio Ambiente:  "O Uranium Film Festival é único porque tenta tornar a questão complexa da energia nuclear e seus riscos acessíveis a todos".

Uwe Bünker, Diretor do Bünker Casting GbR: "O que pode ser feito para que todos participem da saída alemã da energia nuclear? As catástrofes de Chernobyl, Fukushima, Sellafield e assim por diante não são suficientes para despertar as pessoas? Uranium Film Festival é um importante contributo para a conscientização e a iluminação e, com esperança, leva para uma discussão mais aprofundada, movendo-se para o pensamento e a ação. Continuamos a lutar pelo nosso precioso mundo! "

PRINCIPAIS APOIOS & PARCEIROS DO URANIUM FILM FESTIVAL BERLIM 2017

Agência Federal do Meio Ambiente Alemã e Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear (BMUB), Elektrizitätswerke Schönau (EWS), Médicos Internacionais para a Prevenção da Guerra Nuclear (IPPNW), Sayonara Nukes Berlim, Coalizão para a Proibição de Armas de Urânio (ICBUW), COOP Anti-War Cafe, Associação de Advogados contra Armas Nucleares (IALANA), Friedensglockengesellschaft Berlin, Cinestar Berlin, Zeiss-Großplanetarium e desde 2011 Cachaça Magnífica do Brasil.

EXPOSIÇÕES PARALELAS
O Uranium Film Festival em Berlim mostrou duas exposições fotográficas sobre acidentes radioativos e suas vítimas no Cinema do Centro Cultural Kulturbrauerei e no Planetário Zeiss-Großplanetarium.

Fotos de Marek Karakasevic, Petra Graf, Márcia Gomes de Oliveira.

Contato Uranium Film Festival
www.uraniumfilmfestival.org
info@uraniumfilmfestival.org