Encerramento com estrelas alemãs

Award to Marcus Schwenzel - Uranium Film Festival Berlin 2015

Uranium Film Festival Berlim encerra com estrelas do cinema alemão

Berlim / Rio de Janeiro, 03 de outubro de 2015: O International Uranium Festival Berlim terminou com glamour e estrelas do cinema alemão. O cineasta Marcus Schwenzel recebeu, em Berlim, o troféu do festival 2015 para o seu filme "Sete Anos de Inverno" (Severn Years of Winter). No palco estavam juntos personalidades fomosas do cenário cinematográfico alemão: o diretor de casting Uwe Buenker, um dos patronos do festival em Berlim, e o ator Roman Knizhka que é um dos principais atores do filme.

"Sete Anos de Inverno é espetacular, uma obra-prima. A ficção que mostra a realidade, a realidade impensável pós acidente nuclear", diz Márcia Gomes de Oliveira, co-fundadora do Uranium Film Festival e professora da FAETEC Adolpho Bloch, especializada em cursos técnicos na área de Produção de Audio e Video, Eventos, Marketing, Turismo, ente outros. E Marcus Schwenzel disse: "Eu estou muito feliz e muito orgulhoso de ser homenageado com o troféu ... Amarelo do Uranium Film Festival, um festival muito especial e único."

Depois da cerimônia de premiação, o Uranium Film Festial Berlim 2015 convidou todos os atores, diretores, cineastas e cinéfilos presentes para degustar um patrimônio histórico cultural do Rio de Janeiro: a cachaça. A equipe do Uranium Film Festival e seus amigos no mundo agradecem o apoio cultural da Cachaça Magnífica que fez um grande sucesso em Berlim. O festival agradece também todos os apoiadores em Berlim, especialmente os patronos alemães deste ano: O cineasta Uwe Buenker e o deputado federal Klaus Mindrup que é Membro da Comissão de Meio Ambiente e Segurança Nuclear do Parlamento Alemão. Klaus Mindrup abriu o festival, no dia 24 de setembro, com as palavas: "Eu tenho a honra de abrir o Uranium Film Festival. O Festival fala de uma ameaça que nem sempre estamos conscientes. A ameaça da Guerra Fria parece história, mas milhares de armas nucleares ainda estão prontas para serem acionadas. A luta política contra as armas nucleares continua a ser pertinente. Agradeço aos organizadores e todos os apoiadores que fizeram o Uranium Film Festival ser possível."

"Desdo o começo de nosso festival Urânio em Moviemento, o Uranium Film Festival 2011, em Santa Teresa, o evento não é feito só para exibir filmes. O festival é também para fazer amigos. E em Berlim 2015 ganhamos mais amigos", resumiu o diretor geral do festival Norbert G. Suchanek.

Sobre o festival em Berlim: Durante seis dias, de 14 a 30 de setembro de 2015, o festival exibiu mais de 30 filmes sobre energia nuclear, da mineração de urânio ao lixo atômico jogado no mar. A grande atração vinda do Brasil foi o filme da nova safra do cinema brasileiro: o "Pequeno Objeto A", do jovem premiado Daniel Abib. Resultado do trabalho final do Curso de Cinema da Universidade Federal Fluminense, o filme apresenta uma reflexão filosófica sobre ciência & virtude, agrandando bastante o público alemão. O festival também contou com a presença de vários cineastas internacionais, como:

Praved Krishnapilla da Índia com o filme NUCLEAR LIES, www.nuclearlies.net

Riccardo Palladino da Roma com o filme BRASIMONE, www.brasimonefilm.it

Reinhart Brüning da Alemanha com o filme RANGA YOGESHWAR IN FUKUSHIMA - JAPANS KAMPF GEGEN DIE RADIOAKTIVITÄT, www.bruening-tv.de

Matthias Leupold também da Alemanha com o filme LIGHTER THAN ORANGE, www.lighterthanorange.com

Sobre o filme premiado: "Sete Anos de Inverno / Seven Years of Winter", um curtametragem sobre Chernobyl, estrelado pelos atores Hannes Jaenicke, Roman Knizhka e o ator Sasha Savenkov, de 11 anos de idade, nascido em Kiev. O filme conta a história de Andrej, um menino de 7 anos 

de idade que trabalha na zona de exclusão de Chernobyl, "garimpando" objetos de valor e documentos para serem vendidos no mercado negro por seu amigo Artyom. Ficção ou realidade? Este excelente filme e roteiro, juntamente com um desempenho verdadeiramente comovente de Sasha Savenkov (Andrey), nos faz até duvidar se estamos assistindo uma ficção ou um documentário. Uma obra profundamente chocante sobre família, pertencimento, manipulação e respeito. Trailer:https://vimeo.com/57438142

Sobre o troféu ... Amarelo: O troféu do Uranium Film Festival é uma obra de arte feita pelo artista contemporâneo Getúlio Damado de Santa Teresa, o bairro mais artístico da cidade maravilhosa. Para fazer este prêmio especial de cinema, Getúlio usa o lixo que ele encontra da sociedade consumista das ruas de Santa Teresa, no Rio de Janeiro.

Sobre a Cachaça Magnífica: Uma cachaça do Vale do Paraíba (Rio de Janeiro), produz cachaça tradicionalmente com a sua própria produção de cana de açúcar sem uso de agrotóxicos. Desde 2011, a Cachaça Magnífica - http://www.cachacamagnifica.com.br - apoia o Uranium Film Festival junto com o Armazém São Thiago e o Bar do Mineiro, todos de Santa Teresa.  - http://www.armazemsaothiago.com.br  -  http://bardomineiro.net

Photo 1: German actor Roman Knizhka (left); Marcus Schwenzel (centre), Uwe Bünker (Berlin Casting Director) during the Yellow .. award ceremony of the International Uranium Film Festival 2015 in Berlin-Pankow, Cinema Brotfabrik. Photo credit: Marek Karakasevic for Uranium Film Festival.

Photo 2: Still of Seven Years of Winter with young actor Sasha Savenkov.

Photo 3: Festival general director Norbert G. Suchanek  with the film directors Reinhart Brüning and Riccardo Palladino in Berlin-Pankow, Cinema Brotfabrik. Photo credit: Jutta Wunderlich.