Brasil 2012


FESTIVAL PROGRAMM
RIO DE JANEIRO 2012
MODERN ART MUSEUM (PDF)

YELLOW OSCARS 2012 FOR FILMS FROM GERMANY, SWEDEN & USA

The 2nd International Uranium Film Festival of Rio de Janeiro 2012 awarded the best films of the festival. Three films from USA, Sweden and Germany were honoured with the festival’s "Yellow Oscar". Bill Keisling's "Not for Public Release: a Nuclear Incident in Lock Haven", USA, received the Best Feature Award, and Swedish Filmmaker Marko Kattilakoski received the Short film Award for his movie Coffee Break (Fikapaus).  "Leonids Story" by German film director Rainer Ludwigs and Ukrainian producer Tetyana Chernyavska got the Yellow Oscar in the animated film category. Watch here the video statements by Bill Keisling and Marko Kattilakoski.  

A special recognition was made for Peter Greenaway’s extraordinary shortfilm "Atomic Bombs on the Planet Earth". That outstanding experimental documentary, that shows the insanity of over 2200 atomic bombs dropped on the planet Earth between 1945 and 1989 was honoured with the special recognition “Hors Concours”. “Peter Greenaway, a multi-artist with more that 70 films produced, is in a category in his own”, said Uranium Film Festival Judge João Luiz Leocádio, nuclear engineer and professor for cinema at Niteroi’s Univercity UFF (Universidade Federal Fluminense). The Festival screened more than 50 films. 


Filmmaker Ângelo José do Rego da Cunha Lima presented his short film Amarelinha during
the Uranium Film Festival in the cinema of the Modern Art Museum,
MAM Rio de Janeiro.In October 2012he also attended the Uranium Film Festival 
in Berlin together with the Brazilian film directors Laura Pires and Luiz Eduardo Jorge.

“HANDS OF CAESIUM” - PHOTO EXHIBITION ABOUT BRAZIL´S CAESIUM-137 ACCIDENT AT RIO+20

Maõs de Césio / Hands of Caesium", is a photo exhibition about the nuclear accident that happend September 1987 in the City of Goiânia with the radioactive element Caesium-137. It was the worst radioactive accident of Latin America.

Two scrap metal dealers found an old radiotherapy unit in an abandoned cancer hospital. They did not know that this machine was radioactive and contained highly dangerous Caesium-137, so they broke it into pieces and the deadly accident happened.

Thousands of people got contaminated. About 80 people died until today from the radioactive contamination, according to the association of the caesium-137 victims. Until today, many of the surviving victims are not compensated by the state and are in need of help. After Goiânia similar accidents happend in other countries: 2000 in Malaysia and 2010 in India.

The Yellow Archives created this exhibition 2011. And we showed it May 2011 in Rio de Janeiro and later in diffrent cities of Northeast Brazil.

In June 2012 we present the exhibition during the "alternative" Rio+20-Events.

We thank the Association of the Ceasium-Victims AVCésio, the documentary centre of the Journal JB (Jornal Brasil CPdoc JB) and the Foundation Roberto Pires for supporting the exhibition by providing photos and information. 

At the moment, the exhibition is available in Portuguese, but we plan to translate it into English, so that it can be shown in other countries. We appreciate your support and donation!

PRESS REPORTS ABOUT THE EXHIBITION

Galerie: 

PROGRAM

30 Junho 2012

Argentina/Brasil, 2012, 106 min, português
Produção: O Movimento Falso Filmes
Classificação indicativa 12

6 de agosto de 1945, às oito e quinze da manhã os EUA jogam a bomba atômica contra a população civil da cidade de Hiroshima. Este documentário relata a vida de sobreviventes que vieram morar no Brasil.

http://omovimentofalso.blogspot.com.br/

Debate com o diretor Roberto Fernández (Rio 2014)

+
7 Julho 2012

(Uranium Decay)
EUA, 2011, 7 min, Animação, Inglês

Première Mundial

A cadeia de degradação do urânio por milhares de anos está conectada com o desastre da central nuclear de Fukushima.

+
11 Julho 2012

Brasil, 2008/11, 20 min
Diretores e Produtores: Norbert G. Suchanek & Marcia Gomes de Oliveira

De um modo geral, as pessoas costumam associar a existência de povos indígenas apenas ao cenário da Floresta Amazônica. Mas, na verdade, existem povos indígenas em todo o Brasil, inclusive no Rio de Janeiro e São Paulo, como é o caso dos Guarani Mbyá.. Este filme apresenta o cacique Guarani Mbyá de uma aldeia situada à 20 Km das usinas nucleares de Angra dos Reis, Rio de Janeiro. Cacique Wera Miri, de 94 anos, com sua enorme vitalidade e fala profética nos oferece uma aula magistral sobre ecologia e energia nuclear. Um dos poucos povos da região sule sudeste do Brasil a escapar do genocídio promovido ao longo dos 500 anos de ocupação das terras indígenas, os Guarani Mbyá precisam agora, no resto de seu território tradicional, conviver com duas usinas nucleares e uma terceira em processo de construção.

Filme fora da mostra competitiva do Uranium Film Festival.

+
1 Julho 2012

(The Nuclear Family)
EUA/Singapura, 2010, 2 min, Inglês
Produção: Angela How, Morgan Faye

Première América Latina

Uma breve narrativa sobre a loucura da corrida armamentista atômica.

+
7 Julho 2012

(Leonids Story)
Alemanha/Ucrânia, 2011, 19 min, Animação, Russo/legenda Inglês
Produção: Tetyana Chernyavska

Uma familia está em busca do paraíso, mas entrou numa tragédia nuclear mundial: Chernobyl.

O filme recebeu o Yellow Oscar do Uranium Film Festival - melhor filme de animação 2012.

Veja a fala do diretor Rainer Ludwigs na ceremônia de premiação aqui.

+
7 Julho 2012

(To whom it may concern)
Bielorrússia, 1990, 26 min, Inglês, legendas em português
Documentário
Classificação indicativa 12

Première América Latina

Nem somente na Ucrânia, mas também a vizinha Bielorrússia foi afetada gravemente pelo acidente nuclear de Chernobyl. Uma reportagem sobre os riscos da comida contaminada com baixa radiação depois do acidente.

+
6 Julho 2012

(La Terza Bomba Nucleare, Le Accuse del Veterano/The Third Nuclear Bomb, The Veteran´s Accusation)
Itália, 2008, 26 min, Inglês/italiano, legenda em português
Produção: Rainews24 / Radio Televisione Italiana

Première América Latina

Jornalistas internacionais investigaram sobre a "terceira bomba nuclear", uma reportagem de RAINEWS24 da Itália.

+
29 Junho 2012

Brasil, 1981, 95 min
Produção: Roberto Pires e Oscar Santana.

No futuro... Devido a poluição radioativa do meio ambiente, a humanidade tenta sobreviver nos corredores subterrâneos de um abrigo nuclear. Produzido em 1979, o filme é uma ficção científica, resultado do interesse do cineasta com a temática nuclear, e de seus encontros com o cientista César Lattes. No elenco, participação especial de Norma Begell.

+
5 Julho 2012

(Gefährliches Trinkwasser)
Alemanha, 2010, 44 min, Alemão/sem legenda
Direção: Dethlev Cordts
Produção: Dethlev Cordts for NDR German TV

Première América Latina

Pelo menos 13.000 toneladas de urânio foram jogadas nas lavouras da Alemanha, entre 1951 e 2005. Isto aconteceu porque o fosfato mineral usado na lavoura foi muitas vezes contaminado com o elemento radioativo e tóxico, urânio, que também contaminou a água.

+
13 Julho 2012

(Food and Radiation)
EUA, 2012, 18 min, Japonês/Inglês, legenda em português

Première Mundial

Causado pelo acidente nuclear de Fukushima, vários elementos radioativos como césio-137 foram liberados e contaminaram parte da região, atingindo os alimentos. Como isto mudou a vida e os costumes alimentares das pessoas no Japão?

+
5 Julho 2012

Brasil, 2002, 4 min, Português

Uma das primeiras vítimas do acidente radioativo ocorrido em Goiânia, com o césio-137, foi uma criança. Onde ficou os seus sonhos e brincadeiras? Leide das Neves não teve tempo para brincar.

+
28 Junho 2012

(Into Eternity)
Dinamarca, 2010, 75 min
​Direção: Michael Madsen
Produtor: Lise Lense-Möller / FILMES Hora Mágica

Todos os dias, em todo o mundo, grandes quantidades de resíduos altamente radioativos, produzidos por usinas de energia nuclear, são colocados em depósitos provisórios, vulneráveis aos desastres naturais, às catástrofes provocadas pelo homem e às mudanças da sociedade. Na Finlândia, o primeiro depósito permanente do mundo está sendo cavado em uma rocha sólida - um gigantesco sistema de túneis subterrâneos - que precisará ter a durabilidade de 100 mil anos, pois este é o tempo que os resíduos permanecem perigosos.

www.intoeternitythemovie.com

"Ao Infinito" ganhou o Prêmio do Júri como o melhor longa-metragem.

 

+
4 Julho 2012

(Auf Augenhöhe - At Eye Level)
Alemanha, 2010, 11 min, Alemão/legenda Português
Produção: Strahlendes Klima

Première América Latina

Um filme sobre mineração de urânio e racismo ambiental em Níger, Namíbia e EUA.

www.strahlendesklima.de/augenhoehe/ 

+
29 Junho 2012

(Atomic Bombs on the Planet Earth)
Países Baixos/Reino Unido, 2011, 12 min, multilingue
Produção: Change Performing Arts of Milan

Entre 1945 a 1989, as cinco potências nucleares explodiram 2201 bombas atômicas sobre a Terra, produzindo destruição e contaminação radioativa, conhecida como "fall-out". Um filme experimental que mostra todas as explosões atômicas com data e nome dos responsáveis..

+
11 Julho 2012

(Der zehnte Castor-Transport nach Gorleben)
Alemanha, 2007, 43 min, alemão/ legenda castelhano

Protestos contra o transporte de resíduos altamente radioativos da usinas nucleares na Alemanha. Em nenhuma parte do planeta existe um depósito nuclear seguro para este lixo que vai permanecer perigoso até no mínimo um milhão de anos. Na Alemanha, há 30 anos atrás, os políticos decidiram que uma salina explorada e desativada, perto da Cidade de Gorleben, seria o depósito permanente do lixo radioativo da Alemanha. Além disso, foi decidido fazer também um depósito temporário nesta salina. Mas, cientistas descobriram que esta salina não é segura. Desde o início, na década de 1980, mais de cinco mil pessoas que vivem na região lutam contra os projetos nucleares e o transporte do lixo radioativo para este depósito. O lixo altamente radioativo é transportado em contêiner especial com o nome de Castor. Filmamos os protestos contra o 10º transporte até Gorleben, em novembro de 2006. Milhares de pessoas provenien-tes de todas as partes da Alemanha se juntaram para protestar pacificamente junto ao moradores contra esta loucura nuclear.

O filme mostra pessoas que se sentam sobre vias férreas e estradas, geralmente no frio, às vezes, brutalizados pela polícia. Ele pergunta onde elas encontram a coragem e a motivação para resistir, mas também sobre o seu medo e sua impotência diante de um exército de mais de 20.000 policiais.

Contato: cinerebelde@cinerebelde.org

+
28 Junho 2012

Brasil, 1989, 95 min
Direção: Roberto Pires
Produção: Laura Pires 

Uma cápsula de chumbo foi encontrada por catadores nos escombros do Instituto Goiano de Radioterapia, na Cidade de Goiânia, em Goiás. Eles pensaram que podiam ganhar algum dinheiro com aquilo. Dias depois, começaram a passar mal e resolveram vender a cápsula para um ferro velho. Devair, dono do ferro velho, comprou a cápsula para aproveitar o chumbo e tentou abri-la, e descobriu que o material emitia uma luz azul à noite. A partir daí, passou a mostrar para amigos e familiares. Era o césio-137, que deixou centenas de contaminados e um número desconhecido de mortos (quatro mortes foram constatadas oficialmente).

Césio 137. O Pesadelo de Goiânia recebeu o prêmio de melhor filme no Festival de Cinema de Natal; seis prêmios no Festival de Brasília de 1990 e o Prêmio Juri Popular no Uranium Film Festival. 

+
11 Julho 2012

Brasil, 2003, 24 min
Diretor Luiz Eduardo Jorge
Produtora Laura Pires

MELHOR CURTA JURI POPULAR 2011

Curta-metragem brasileiro que mostra os efeitos de uma verdadeira tragédia ao vivo sobre o lançamento de substâncias radioativas de césio-137 em uma área povoada, na cidade de Goiânia, Brasil, em 1987. Foi o pior acidente radioativo na América Latina, que custou a vida de muitas pessoas e a saúde de centenas ou talvez milhares de sobreviventes. 15 anos de dor, medo, pânico e dúvida. Segregação, discriminação e morte de vítimas de um dos maiores acidentes radiológicos do mundo, com danos irreversíveis para as pessoas e o meio ambiente. O roteiro é baseado em depoimentos das vítimas.

+
7 Julho 2012

(Verstrahlt und vergessen, Tschernobyl und die Folgen)
Alemanha, 2006, 59 min, Alemão/Russo
Produção: ARTE – WDR

Première Brasil

26 de abril de 1986. Um pesadelo nuclear vira realidade. Depoimentos de testemunhas do acidente nuclear de Chernobyl.

+
4 Julho 2012

(Uranium City: Life After The Mine)
Canadá, 2008, 7 min, Inglês/legenda inglês

Première América Latina

Na cidade Sask, 8 mil pessoas viveram da mineração de urânio. Mas a mina fechou em 1982.

+
4 Outubro 2012

Austrália, 2005, 49 min, Inglês/Aboriginal Australian

Première América Latina

Grã Bretanha explodiu 12 bombas atômicas sobre o território da Austrália. Testemunhas contam esta história.

+
7 Julho 2012

(Birdboy)
Espanha, 2010, 12 min, Animação, Castelhano
Produção: Abrakam Estudio

Um acidente industrial nuclear mudou a vida de Dinki. O seu amigo é Birdboy.

+
7 Julho 2012

(After the Day After)
EUA, 2011, 6 min, Animação, Inglês
Direção: Nathan Meltz

Première América Latina

Um remake de animação sobre o filme "O dia seguinte", um filme sobre o dia depois da guerra atômica.

+
4 Julho 2012

(Buried in Earthskin)
África do Sul, 2009, 50 min, Inglês/Africaans

Première América Latina

África do Sul: uma jornalista numa viagem investigativa sobre energia nuclear e lixo atômico e suas consquências.

+
30 Junho 2012

(Once upon a Time in the Atomic City)
Brasil/Italia, 2011, 13 min, português
Produção: Martins Alves, Daniel Cabral, Riccardo Migliore

Première Mundial

Em Pocinhos tem urânio. Em Pocinhos tem câncer. Em Pocinhos tem a maior pedra do mundo. Na pedra tem casas. Por baixo da pedra, uma noite teve uma explosão...

 

Em Pocinhos (PB), há aproximadamente meio século, alguns norte-americanos começaram a aparecer com freqüência, conduzindo pesquisas científicas no anonimato. A pequena cidade do semi-árido paraibano, hoje, tem um índice muito elevado de câncer. Pesquisadores brasileiros, nas décadas de setenta e oitenta do século passado, realizaram pesquisas in loco, confirmando a presença de urânio no subsolo do município. Neste documentário, os moradores falam sobre a situação, sendo que alguns deles testemunharam o processo de extração de urânio e a medição do mesmo com aparelhos científicos. Eles expressam as respectivas opiniões, ou protestam contra o silêncio que, ainda hoje, nega para a população local, qualquer informação capaz de elucidar os fatos e acima de tudo, a eventual relação entre urânio e câncer.

+
7 Julho 2012

(Burial at Los Alamos)
EUA, 2006, 6 min, Animação, Inglês
Direção: Eve-Andree Laramee

Première América Latina

O lixo radioativo da Guerra Fria criado pelo Laboratório de Los Alamos contaminou a terra e as águas dos povos indígenas da região.

+
6 Julho 2012

(Hiroshima A Mother's Prayer)
Japão, 1990, 30 min, português
Um filme de Hiroshima Peace Memorial Museum

O filme mostra os horrores da guerra e os efeitos devastadores da bomba atômica.

+
30 Junho 2012

(Maralinga Pieces)
Austrália, 2012, 13 min, Inglês
Produção: Jessie Boylan
Edição: Anthony Kelly
Música: Genevieve Fry

Première Mundial

Maralinga e Emu são dois lugares na Austrália onde os britânicos testaram bombas atômicas entre 1951 e 1963. Os lugares estão até hoje radioativos. Depoimentos das testemunhas, indígenas anciões e soldados veteranos.

+
6 Julho 2012

Austrália, 1997, 63 min, Inglês
Direção: David Bradbury
Produção: Frontline Films

Première América Latina

Filme sobre a luta do povo indígena da Austrália, Mirrarr, contra mais uma mina de urânio em seu território que é também o famoso Parque Nacional Kakadu.

 

+
13 Julho 2012

(Cheap 30 years on: the story of uranium mining in Kakadu)
Austrália, 1980-2011, 51 min, Inglês & Gunwinku

No Parque Nacional Kakadu, na Austrália, tem exploração de urânio para exportação desde 1981. Depois de Fukushima, a Autrália continua exportando urânio para usinas nucleares do Japão e outros países. O povo Mirarr luta contra esta mineração.

+
6 Outubro 2012

(Radioactive Wolves – Radioaktive Wölfe)
Áustria, 2011, 52 min, Alemão, Produção: ORF
Classificação indicativa 12

Première América Latina

O acidente nuclear de Chernobyl causou o deslocamento de 340.000 pessoas na Ucrânia. Hoje, 25 anos depois, os lobos mandam no território radioativo e abandonado pelos homens.

+
30 Junho 2012

(Los Alamos. Und die Erben der Bombe.)
Alemanha, 2003, 45 min, Inglês,
Produção: Denkmal-Film / Hessischer Rundfunk / Arte

Première América Latina

Um documentário sobre Los Alamos, o lugar em Novo México (EUA), onde nasceu a era nuclear e a primeira bomba atômica.

+
1 Julho 2012

India, 2009, 9 min, Inglês

Première América Latina

Mineração de urânio em Jadugoda, Índia. O lugar é o território do povo Adivasi. O filme mostra as consequências drásticas de uma mineração de urânio à população local.

+
5 Julho 2012

(Not for Public Release: a Nuclear Incident in Lock Haven)
EUA, 2010, 73 min, Inglês

 

Première América Latina

O Ministério da Defesa dos EUA foi o maior produtor de lixo radioativo do século XX. Várias empresas privadas forneceram produtos radioativos ao Pentágono. Lock Haven é um lugar contaminado por causa deste lixo radioativo privado.

YardBird TV

+
1 Julho 2012

(Czerwony Guzik / The Red Button)
Polônia/EUA, 2011, 52 min, Russo
Produção: Miroslaw Grubek, Slawomir Grunberg

 

O militar russo, Stanislav Petrov, salvou o planeta contra a guerra atômica, em 1983.

 

+
4 Julho 2012

Portugal, 2011, 29 min, Português
Produção: Radiotelevisão Portuguêsa - RTP

Première América Latina

Mineração de urânio em Portugal: reportagem que retrata o grave problema de saúde da população da Urgeiriça e de toda a zona de Viseu. Em causa estão inúmeros casos de pessoas que adoeceram e outras que faleceram vítimas de câncer.

+
12 Julho 2012

(The Return of Navajo Boy)
EUA, 2000, Epílogo de 2008, 57 min
Diretor Jeff Spitz
Co-produzido por Jeff Spitz e Klain Bennie. Contato: www.navajoboy.com

O Retorno do Menino Navajo é um documentário aclamado internacionalmente, que reuniu uma família Navajo e desencadeou uma investigação federal sobre contaminação por urânio. Conta a história de Elsie Mae Begay, cuja história em imagens revela uma incrível luta pela justiça ambiental. Um filme da década de 1950, chamado “Navajo Boy”, trouxe a memória de volta para as pessoas nativas que participaram em sua infância do filme, provocando desdobramentos em direções surpreendentes. O documentário incentiva uma família Navajo a compartilhar as lembranças marcantes que envolvem a produção cinematográfica de Hollywood, a mineração de urânio e do mistério de um menino desaparecido há muito tempo por ter sido levado por brancos missionários. Seu nome era John Wayne Cly.

O Retorno do Menino Navajo foi selecionado como um dos oito melhores documentários do festival de 2011. 

+
6 Julho 2012

(Blowin'in the Wind)
Austrália, 2005, 62 min,Inglês, Produção: Frontline Film Foundation

Première América Latina

O Exército dos EUA tem áreas de treinamento na Austrália e está usando armas de urânio empobrecido – que é radioativo. Cidadões australianos, vizinhos destas aréas são as principais vítimas.

+
13 Julho 2012

This documentary is about the nuclear issue in Brazil and about the nuclear accident of Fukushima in Japan. Fukushima opened the discussion about the security of Brazils nuclear power plants. Anti-Nuclear activists demonstrates in the Japanese quarter Liberdade in São Paulo.

Brazil, 2011, 16 min, Portuguese/English Subtitles, Production: Trator Filmes

Brazilian Premiere

+
6 Outubro 2012

(Fikapaus - Coffee Break)
Suécia, 2011, 15 min, Sueco/Legenda Inglês

Première América Latina

Dois profissionais, durante pausa para o café, conversam sobre os acidentes nucleares de Harrisburg, Chernobyl e Forsmark. Mas a vítima é outra. Um suspense irônico.

+
11 Julho 2012

Brasil, 1990, 26 min
Direção: Eva Lise Silva, Ligia Girão, Stela Grisotti, Walter Behr

É o primeiro documentário feito sobre as usinas nucleares do Brasil, Angra 1 e Angra 2, na região da Mata Atlântica, no Sul do Rio de Janeiro. Com humor irônico, o filme mostra que, em caso de um acidente nas usinas, a segurança oficial e o plano de evacuação para proteger a população local e os turistas são, no mínimo, uma piada. Pior: Angra 1 e 2 foram construídas em uma praia, que a população indígena deu o nome de Itaorna, o que significa Pedra Podre.

+
7 Julho 2012

(Space Dust)
Brasil, 2011, 2 min, sem diálogos, Animação
Direção: Sávio Leite
Produção: Leite Filmes

Uma imensidão íntima. Integrante do Projeto "Nessa Rua tem um Rio", intervenções artísticas urbanas.

+
12 Outubro 2012

(Radioactivists: Protest in Japan since Fukushima)
Alemanha, 2011, 72 min, Japonês/Inglês, legenda castelhano

Première América Latina

Maio e junho de 2011, três meses depois de Fukushima: milhares de pessoas no Japão estão nas ruas e protestam contra a energia nuclear. Duas jovens alemãs filmam estas manifestações e entrevistam ativistas e intelectuais japoneses.

+
7 Julho 2012

(Liebe Sonne)
Alemanha, 2011, 5 min, Animação, sem diálogo
Produção: Franka Sachse, Uli Seis, Bauhaus-Universidade Weimar

Première América Latina

Um vagalume se apaixona pela coisa mais brilhante da vida – o Sol. Isto vai dar certo...

+
8 Julho 2012

(Rokkasho Rhapsody)
Japão, 2006, 102 min, Japonês/Inglês

Première América Latina

Norte do Japão, a construção de uma fábrica de reciclar combustível nuclear mexe com a população. É possível produzir legumes orgânicos perto de uma fábrica de plutônio?

+
8 Julho 2012

(Indian Point – Nowhere to Run)
EUA, 2003, 29 min, Inglês

Première América Latina

O filme mostra a impossibilidade de evacuar Nova York, no caso de um acidente nuclear na usina Indian Point.

+
7 Julho 2012

(Ground Zero/Sacred Ground)
EUA, 1997, 9 min, Animação, sem diálogo
Diretora: Karen Aqua

No sudoeste dos Estados Unidos existe um importante sítio arqueológico dos povos indígenas pré colombianos. Mais de 10 mil pinturas rupestres mostram a história do povo Jornada Mogollon que viveram entre 900 e 1400 DC. Há 35 milhas deste local, os Estados Unidos detonaram a primeira bomba atômica do mundo, em 16 de julho de 1945. O lugar desta primeira explosão nuclear é chamado de Ground Zero. A justaposição temporal deste local aponta para o contraste entre dois mundos: um que reverencia e vive em harmonia com o mundo natural, e outro que, na luta para controlar as forças da natureza, criou um meio para a sua destruição. Este filme de animação explora essas forças opostas e as relações e efeitos de um sobre o outro.

+
8 Julho 2012

Germany, 1986, 95 min, German
Production: Denkmal-Film GmbH
Latin American Premiere

Film documents from the past five decades prove that the use of nuclear energy – whether for peaceful or for military purposes – was made socially acceptable only by repeatedly duping the population. "The Eighth Commandment" (thou shalt not bear false witness on thy neighbour) shows disturbing pictures of nuclear reprocessing plants, giving a sobering insight into the history of atomic power: from Otto Hahn to VEBA chief Benningsen-Voerder. From the first tests in the Nevada desert to the catastrophes of Three Mile Island in the United States to Chernobyl in the former USSR. From political speeches to the civil-war-like scenes at the nuclear power plants of Whyl, Wilster, Brokdorf and Wackersdorf.

+
1 Julho 2012

(Toxic Neglect)
Índia, 2011, 9 min, Inglês

Première América Latina

As maiores jazidas de urânio da Índia estão nos territórios dos povos indígenas Santhal, Munda e Ho. O filme é uma reportagem chocante sobre os efeitos da mineração de urânio na saúde da população local.

+
13 Julho 2012

Brasil, 2011, 16 min, Português
Produção: Trator Filmes

Première Brasileira

Um mês após a tragédia no Japão, um grupo se reune na Praça da Liberdade, centro de São Paulo, para homenagear as vítimas do desastre e chamar a atenção do governo brasileiro para os riscos da energia nuclear. Uma vigília em tom de funeral, contextualizada numa das maiores tragédias da história contemporânea.

+
1 Julho 2012

(Uranium - is it a country? Tracking the origins of nuclear power)
Alemanha/Austrália 2008, 53 min, Alemão / legenda em Português

Première América Latina

Filme sobre mineração de urânio na Austrália, no lugar onde é retirado o combustivel das usinas nucleares alemãs.

+
4 Julho 2012

Brasil/Alemanha, 2012, 35 min, Português
Produção: Marcia Gomes

Première América Latina

Em Nisa, uma linda vila ao norte do Alentejo, cidadãos se manifestaram contra a ameaça da mineração de urânio antes que ela viesse a se concretizar. O documentário também lembra da participação de Portugal na história nuclear.

+
1 Julho 2012

(Uranium: a poisoned legacy)
França, 2009, 52 min, Inglês
Produção: Nomades TV, Charlotte Hennequin

Première Brasil

Areva é a empresa nuclear da França, responsável por várias minas de urânio. Este documentário mostra as minas da Areva na África e suas consêquencias.

+
1 Julho 2012

(Sacred Poison)
EUA, 2011, 30 min, Inglês, sem legenda

Première América Latina

Antiga mineração de urânio deixa o território dos Navajos e suas águas contaminadas. Famílias nativas perderam muitas crianças por causa da contaminação de urânio.

http://sacredpoison.com

+
12 Julho 2012

EUA, 2009,10 min
Direção: Brock Williams

Da exploração à produção de combustível, este documentário relata a contamina- ção, o alto consumo de água, a geração de resíduos tóxicos e radioativos, os custos do contribuinte americano com os subsídios do governo, os impactos na saúde e as emissões de CO2 que são causados pelo ciclo do combustível nuclear. Cada fase tem o seu próprio impacto de devastação ao meio ambiente e à população do entorno, no aspecto socioeconômico, da saúde e segurança. Este filme lança um olhar mais profundo sobre fatos que são, frequentemente, deixados de lado. América está andando no caminho do Yellowcake. Mas diante desta informação, devemos fazer a pergunta necessária: É isto o que realmente queremos? Este pequeno documentário foi criado por Boxcar Films, em 2009, para explorar o “front-end” da produção de combustível nuclear. O curta foi financiado pelo Cidadãos do Colorado Contra Lixo Tóxico.

www.boxcarfilms.com
www.downtheyellowcakeroad.org 

+