30 anos Goiânia

Foto de JB: a chegada dos radioacidentados no aeroporto do Rio de Janeiro para serem tratados no Hospital Marcílio Dias

O acidente radiológico com Césio 137 que aconteceu em setembro de 1987, vira tema do Uranium Film Festival do Rio em 2017.

"Em 2017 lembramos o maior acidente radioativo na história do Brasil e da América Latina: O acidente do césio 137", diz a diretora executiva do festival Márcia Gomes de Oliveira. "Planejamos um série de filmes sobre este acidente, uma exposição fotográfica e também encontros e debates com as vítimas sobreviventes. Esperamos uma grande participação do público e da imprensa nacional e internacional."

O acidente aconteceu 30 anos atrás com um aparelho de radioterapia abandonado. Mas nós não podemos esquecê-lo. Até hoje o mesmo acidente pode acontecer a qualquer momento no Brasil ou outros países. Por exemplo: em 1998 aconteceu o mesmo acidente na Turquia em Istambul, em 2000 na Tailândia perto na região de Bangkok e em 2010 na Índia em Nova Deli, de acordo a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

A grande estrela do Uranium Film Festival 2017 vai ser a obra-prima do cineasta baiano Roberto Pires, “Césio 137: O Pesadelo de Goiânia”, com participação dos atores. O festival está planejado para maio de 2017 na Cinemateca do MAM Rio. Inscrições de filmes estão abertas. O Uranium Film Festival (Urânio Em Movimento) está no seu sétimo ano. Ele é um festival independente e sem fins lucrativos. Cada doação é bem-vinda.

TV Globo / Cidade e Soluções: André Trigueiro sobre o Uranium Film Festival do Rio em 2016: “Os bastidores do único festival de cinema com tema nuclear”

http://g1.globo.com/globo-news/cidades-e-solucoes/videos/v/cidade-e-solu...

International Uranium Film Festival
Rua Monte Alegre, 356 / 301
Santa Teresa / Rio de Janeiro / RJ
CEP 20240-194
info@uraniumfilmfestival.org
www.facebook.com/uraniumfilmfest
www.facebook.com/uranioemmovimento
https://twitter.com/URANIUMFESTIVAL

Foto de JB: a chegada dos radioacidentados no aeroporto do Rio de Janeiro para serem tratados no Hospital Marcílio Dias.